Loading mod_da_article_expo
 

Evento Calima Canarias Febrero

Os dias 3, 4 e 5 de Fevereiro do 2013 houve um intenso vento calima (tempo de leste) nas Ilhas Canárias, atingindo-se uma concentração de partículas suspendidas no ar a mais de 1000 microg/m3 durante o 4 de Fevereiro. Estes registos têm sido obtidos a partir das medidas da amostragem diária nas estações de Tafira e Pico da Gorra do grupo de Qualidade Meio ambiental da Universidade de Las Palmas de Gran Canaria. Desde o 8 de Março do 2012, onde se atingiram concentrações 1490 microg/m3, não se tinha produzido uma calima tão intensa.

As concentrações médias das estações são de 35 microg/m3 em Tafira e 22 microg/m3 no Pico da Gorra. Por tanto, representa um incremento de aproximadamente 40 vezes as concentrações habituais no ar na ilha de Gran Canaria.

As observações durante os últimos 10 anos, indicam que os máximos de concentração por calima produziram-se o 17 de janeiro de 2005 e 11 de abril do mesmo ano, com concentrações de 2315 e 1057 microg/m3 nas estações de Tafira e Pico da Gorra, respectivamente.

Evento Calima Canarias Febrero

Os dados obtidos do modelo HYSPLIT da NOAA, a partir do qual é possível detectar a procedência das massas de ar e a origem da calima, se pode ver como tem sido transportado desde zonas de Argélia, Mauritania e o Saara Ocidental.


 
Boletines B3M